quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Book@Platina#3

Título: A Vida na Porta do Frigorífico, Alice Kuipers.
Sinopse: há famílias que encontram diferentes registos de comunicação e que apesar de parecerem inusitados à generalidade das pessoas, resultam num perfeito entendimento. Este é o caso deste romance escrito em simples notas deixadas, ao longo de quase um ano, na porta do frigorífico, por mãe e filha. A mãe é uma mulher de 44 anos, divorciada, cuja profissão, médica obstetra, a absorve tanto que não lhe deixa tempo para falar com a filha de 15 anos. Minutos de desencontro que lhe permitem somente deixar pequenas notas coladas na porta do frigorífico da casa onde ambas habitam. Através das notas ficamos a conhecer a vida destas duas protagonistas e a triste notícia de que a mãe sofre de cancro mamário. Um enredo original pautado pelo melodrama. (in, Wook).


Mãe e filha vivem desencontradas e têm pouco tempo para estarem juntas e conversarem. A primeira é obstreta e passa a maior parte do seu dia ocupada com suas pacientes, com o hospital ou a fazer turnos fora de horas. A filha, como qualquer jovem da sua idade, tem outros interesses: estar com os amigos, passear, namorar, etc. É através dos post-its, deixados na porta do frigorífico, que elas comunicam. No entanto, é a súbita doença da mãe que dá um novo alento à relação entra elas e, faz com que, os recados ganhem outro significado na vida de cada uma delas.

Não sendo o livro uma obra-prima, a autora tem grande mérito na forma inteligente e original como optou por contar ao leitor a história das duas mulheres. Todos os pormenores da vida e da relação entre mãe e filha, os familiares, os amigos, os amores e desamores, os passeios, o que fizeram no dia anterior, o ex-marido/pai, os planos para o fim de semana, o primeiro amor, o jantar, etc. são dados a conhecer, ao leitor, através dos conteúdos dos post-its trocados em mãe e filha.

Nunca antes, a frase "o livro foi lido num fôlego" teve tanta verdade como neste caso em particular. Cada página é um post-it e estes podem ser simples recados, a Claire a relembrar a mãe que ainda não lhe deixou a mesada ou a mãe e avisar-lhe que o Michael telefonou 2 vezes, até às mais complicadas e difíceis revelações.
No final da leitura, ficou a sensação de ter sabido a pouco (foi lido em menos de 2 horas) e de ter faltado alguma coisa. Senti que muito mais podia ser dito ou escrito. Arrisco até a sugerir que houve um enorme desperdício de papel, devido ao facto de cada página conter apenas um recado.
Nas últimas páginas, Alice deixa, em jeito de explicação, as razões que levaram-na a escrever este livro e porque neste formato diferente.

Ordens. Pedidos. Desabafos. Recados. Reminders. Revelações. Segredos. Problemas. Tristezas. Alegria. Sofrimento. Aprendizagem. Coragem. Vivências. Prioridades.
Para ler e questionar sobre quais são ou deviam ser as prioridades no nosso dia-a-dia.

7 Comentário(s):

Kelle 9:56 da tarde, dezembro 17, 2009  

Traz quando vieres a Coimbra, se não o tiveres emprestado já a alguém :D

Mary 10:01 da tarde, dezembro 17, 2009  

Kelle, por acaso até lá vou amanhã a uma reunião. Assim que chegar a casa, meto isso a jeito, para não esquecer-me.

Kelle 10:33 da tarde, dezembro 17, 2009  

Obrigada :) Eu agora só posso ler desses que se lêem de penaltie!

patxocas 9:43 da manhã, dezembro 18, 2009  

Bom dia meninas!

Li parte desse livro num sofá da FNAC. E achei interessante.
Vale mesmo a pena, Mary?

Jinhos,
P.

Mary 2:33 da tarde, dezembro 18, 2009  

Patxocas, tendo em conta o tempo que se demora a ler o livro e o enredo que também é mais ou menos, eu não diria que tivesse sido uma perca de tempo.

The Star 12:38 da manhã, dezembro 20, 2009  

Já tive com este livro nas mãos para o comprar, mas já nem porque não o fiz. :p
Estou a ler um deste género, pequenas mensagens trocadas entre as personagens. Chama-se Para Sempre, Talvez da Cecelia Ahern.

Mary 2:52 da tarde, dezembro 20, 2009  

Nunca li nada da Cecelia Ahern, mas já vi o filme baseado no livro dela, P.S. - I Love You.
Quando acabares, faz a tua review para ver se leio ou não.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP