terça-feira, 3 de novembro de 2009

Dos adeptos do faz de conta

Chego à porta do escritório e oiço a ovação. Todos estão de pé a aplaudir a minha entrada. Ligo o computador e enquanto aqueço, o público entoa cântigos criados com o único propósito de ajudar no desempenho das minhas funções. Começo a trabalhar.

Cometo o primeiro erro, o segundo e o terceiro. As mesmas pessoas agora estão a vaiar-me. Passo o resto do tempo a tentar acabar as tarefas planeadas , mas quando o dia termina, chego à conclusão que falhei. Tenho bugs no código e o plano está atrasado. Saio do escritório sobre vaias, lenços brancos e cartazes a dizer "Rua".
O problema é que no próximo dia terei de voltar e passar por tudo outra vez, com a única diferença que, a cada nova entrada no escritório, vou estando cada vez mais melindrada.

Um adepto é aquele que vai ao estádio para apoiar a equipa, porque para dizer mal já existem os adversários. Se a vossa equipa está a jogar mal mostrem a indignação ficando em casa e deixando os estádios de futebol às moscas, com certeza eles vão perceber. Dos actos de violência contra os jogadores e equipa técnica, penso que nem sequer vale a pena tecer comentários.

[Post a propósito dos acontecimentos após o último jogo do Sporting]

3 Comentário(s):

2:25 da tarde, novembro 03, 2009  

Muito bom o texto, mas foi sempre assim... beijo grande!

Kris 11:26 da tarde, novembro 03, 2009  

couldn't agree more

Phantom 3:19 da tarde, novembro 04, 2009  

Infelizmente é sempre assim que a grande maioria reage. É verdade que algo se passa (com o Sporting), mas será a culpa do treinador? Jogadores? Ou do presidente, que deveria, talvez já ter intervido de forma mais pública e séria? Acredito que aqueles que gostam mesmo muito do Sporting se sentem mal por verem o seu clube a afundar e não vêem mudanças em lado nenhum. Algo de mal se passa.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP