quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Movie@sofá #23

(Breve introdução: este não era um filme que estivesse com especial vontade de ver. Não fosse a grande curiosidade de saber como se saiu a menina Hathaway, talvez não o teria visto. Mas tá visto, tá visto: entremos no casamento da Rachel.)

Título: Rachel Getting Married (em português, O Casamento de Rachel)
Ano: 2008
Realizador: Jonathan Demme
Género: Drama, Romance
Elenco Principal: Anne Hathaway, Rosemarie DeWitt, Mather Zickel.
Sinopse: Quando Kym (Anne Hathaway) volta a casa para o casamento da sua irmã Rachel, ela traz consigo uma longa história de crise pessoal, conflitos familiares e tragédia. O casamento do casal, repleto de amigos e familiares, tinha tudo para ser um alegre fim-de-semana de festa, música e amor, mas Kym torna o ambiente muito pesado e tenso... (in Cinema PTGate)

Trailer:


Pontos Mary: 6.2 em 10.

Considerações gerais: a sensação que tive durante todo o filme era que faltava qualquer coisa. Vale pela interpretação da Anne, mas só uma grande actriz não chega para fazer um bom filme. Um filme sobre laços familiares que ficaram por um fio devido a um trágico acidente do passado. Feridas abertas. Culpas assumidas. Perdão por conceder. Solidão. Revolta. Emoções.
A Mary recomenda a interpretação da Anne Hathaway.

Palavra-chave: família!

Operação Óscar 2009: 12 done and 6 to go! (66,66% completed).

4 Comentário(s):

Phantom 9:05 da tarde, fevereiro 18, 2009  

Obrigado pela partilha. Não é um filme que esteja na minha "agenda" para ir ver. Não é propriamente o tipo de filme que me cativa. :o)

Cristina 10:34 da manhã, fevereiro 19, 2009  

Parece ser bastante fixe. Faz-me lembrar um filme da Sandra Bullock - onde ela era bêbeda. Estou curiosa para ver como de Princesa a Anne passa para uma jovem problemática.

Andreia 9:33 da tarde, fevereiro 19, 2009  

Gostava de ir ver :/

Kelle 11:26 da manhã, março 23, 2009  

Vi este filme ontem e sinceramente não achei grande piada, parece que é um daqueles filmes que se resume a 2 ou 3 cenas e o resto é "para encher chouriço". A Anne faz um bom papel, mas como tu dizes, uma boa actriz não chega para fazer um bom filme!

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP