segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Ele, ela e a outra!

Uma rapariga conversa com a mãe sobre o ceticismo do namorado.
- Mãe, o Mário diz que não acredita em inferno!
- Casa-te com ele, minha filha, e deixa o resto comigo!


Quando o assunto é sogra, em muitos casos, a coisa tende a azedar. Por mais que tentem evitar, os problemas entre sogra e nora acabam sempre por prejudicar o casal e obrigar o outro a ter de escolher um dos lados: mãe ou esposa. Se é um dado adquirido que ninguém pode obrigar outrém a gostar ou desgostar de alguém, também é certo que intrigas, situações desagradáveis, comentários maliciosos, convivência insuportável, etc. levam, quase sempre, à ruptura de um dos lados deste triângulo. Conheço um caso pendente na minha família, mas a pergunta que impõe-se é: até quando conseguirão manter todos os lados do triângulo unidos?

Lembro-me de ouvir, vezes sem conta, ela dizer-me: "Filha, antes de arranjares um bom marido, arranja uma boa sogra". Senhora inteligente, a minha mãe. Não segui os seus conselhos, mas calhou-me uma boa sogra.
Opina sem interferir. Ajuda sem impor-se. Escuta sem interromper. Discorda sem maltratar. Concorda sem fingir. Recebe sem fazer frete. Está porque quer estar estar e gosto que assim seja.
Arrisco a dizer: ela é a sogra que a minha mãe pediu para mim.

4 Comentário(s):

HannaH 11:48 da tarde, agosto 03, 2009  

e que bom quando assim é.
a tua mãe realmente deu um bom conselho, pois uma má sogra consegue estragar uma relação!

por acaso tb nao tenho razao de queixa da minha, tem sido uma segunda mãe!

Isabel 9:01 da manhã, agosto 04, 2009  

De sogras percebo eu! Comigo, é às 2 de cada vez!! :)

Quanto à Filipa, prevê-se que se junte a nós cá fora no início de Outubro. :)

Kelle 11:13 da manhã, agosto 04, 2009  

Não tenho sogra, faleceu quando o namorado era ainda uma criança. Do que o ouço (e aos irmãos) falar dela, acho que ia gostar muito de a conhecer, era uma grande senhora. A minha mãe é como a 2ª mãe dele, faz-lhe as vontades todas e também ralha como mãe dos dois :) Comparo a minha mãe um pouco com a tua sogra: opina sem se meter, ajuda sem forçar, sabe ouvir, sabe quando falar! Impecável a senhora minha mãe :)

Mary 11:42 da manhã, agosto 04, 2009  

Hannah, a minha mãe foi mázinha para o meu primeiro namorado, daí saber bem o que a casa gasta.

Isabel, contigo é tudo à grande. A Filipa ainda vai surpreender-te e nascer no final de Setembro e, já agora, dia 28 :p

Kelle, ainda bem que a tua mãe tem este papel na vida dele. Penso que, o mais importante é que as mães/sogras não interfiram demasiado na vida do casal. Há assuntos que só estes podem decidir e fazer. Quando se consegue este equilíbrio, há mais probabilidades de correr tudo às mil maravilhas.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP