terça-feira, 5 de agosto de 2008

Movie@cinema #9

(Breve introdução: antes de fazer a minha apreciação sobre o mais badalado filme dos últimos tempos, queria fazer um ponto de ordem. Ontem quando preparava-me para escrever sobre o filme, senti necessidade de vasculhar posts antigos, a fim de relembrar as pontuações e saber qual ou quais os filmes que, na minha opinião, foram dignos de uma boa classificação. Cheguei à conclusão que, a pontuação máxima (8.0) foi atribuída, em exequo, para There Will be Blood e Swenney Todd: The Demon Barber of Fleet Street. Apesar de serem filmes totalmente diferentes, cada um tem a sua espectacularidade. Posto isto, avancemos.)

Título: The Dark Knight (em português, O Cavaleiro das Trevas)
Ano: 2008
Realizador: Christopher Nolan
Género: Acção, Fantástico
Elenco Principal: Christian Bale, Michael Caine, Heath Ledger, Maggie Gyllenhaal, Gary Oldman, Morgan Freeman, Aaron Eckhart, Cillian Murphy, Michael Jai White, William Fichtner.
Sinopse: Batman (Christian Bale) continua a sua luta contra o crime, com a ajuda do Tenente James Gordon (Gary Oldman) e do Procurador Distrital Harvey Dent (Aaron Eckhart). Mas a eficácia da parceria é posta em causa por uma mente genial, o criminoso conhecido como Joker (Heath Ledger). (in Cinema PTGate)
The Joker: It's a funny world we live in. Speaking of funny, do you know how I got these scars?

Trailer:


Pontos Mary
: 8.6 em 10.

Considerações gerais: penso que todos concordam que o filme é muito bom e, até arrisco a dizer, excelente. A história está bem contada, os efeitos especiais são excelentes, as piadas bem conseguidas, nota-se a química entre os actores, a fotografia é espectacular e a interpretação do Joker é soberba. No entanto, na minha opinião, o filme está claramente sobrevalorizado, tendo em conta que torna-se muito mais fácil fazer excelentes filmes com um grande orçamento.

Tempo agora para falar do Joker: o melhor do filme, brutal, magnifíco, extraordinário e, sem dúvidas, uma interpretação merecedora de um Óscar. O filme é todo ele o Joker e eu, que adoro o Cristian Bale, fiquei com pena que o Batman estivesse tão apagado. De salientar ainda a participação do Aaron Eckhart, com uma interpretação exemplar.

E, é claro que a Mary recomenda o filme, mas no cinema para disfrutarem da magia dos hérois da banda desenhada.

Palavra-chave: joker!

7 Comentário(s):

Cristina 2:33 da tarde, agosto 05, 2008  

A citação do joker de que falas, sobre as cicatrizes, também me ficou na cabeça. Está muito bom porque ele conta uma história diferente a cada pessoa.

Concordo com a tua apreciação do filme, embora a minha pontuação chegasse aos 9 mesmo. O Batman está bem, mas o filme é joker e a forma como é interpretado está divinal. Merece uma nomeação, pelo menos...

Canochinha 2:39 da tarde, agosto 05, 2008  

Estou frustrada... Estive a escrever um comment enorme e quando fiz submeter deu erro e já não deu para voltar atrás :(

Basicamente, o que disse foi que não me venham com a história de darem o Óscar ao Heath Ledger só por causa de ele, infelizmente, ter falecido. Do pouco que eu percebo de cinema e de performances merecedoras de Óscar, esta é sem dúvida uma delas. Mesmo assim, não sei porquê mas tenho a sensação que todo este buzz vai passar ao lado dos senhores da Academia...

Quanto ao filme, concordo quando dizes que o Joker eclipsa tudo o resto. O Christian Bale tem uma boa interpretação (como é costume), mas é impossível não passar para segundo plano com um vilão tão poderoso e hipnotizante.

Mary 10:55 da manhã, agosto 06, 2008  

Canochinha, sorry, estava aqui com problemas técnicos no blog e juro que não é censura.
:-)

Red Dust 12:22 da tarde, agosto 06, 2008  

Parece ser sina os Joker's apagarem os Batman's nas interpretações. Tal já tinha acontecido com Nicholson.

É aí o ponto forte: Heath Ledger está simplesmente estupendo. Todos os seus tiques, todas as suas doidices são o que se queriam para a sua personagem.

É um grande filme, mas daí a afirmar que seja um dos melhores de sempre vai uma grande distância, embora na sua categoria (dos super-heróis) seja praticamente imbatível.

A fasquia para a continuação (e também sem Ledger) ficou no cume. Vamos ver se Nolan um dia se aventurará a tentar ultrapassar este 'O Cavaleiro Das Trevas'.

9/10.

telma 8:30 da tarde, agosto 06, 2008  

espero ir ve-lo amanha :D *

Sofia 1:24 da tarde, agosto 07, 2008  

Vi o filme há pouco tempo e fiquei fascinada. Nem tenho palavras para o descrever, é realmente espectacular! Sem dúvida que o ponto alto é a performance do Joker embora toda a estrutura do filme esteja muito bem montada. Esta foi uma personagem à medida do actor que, infelizmente, não estará cá para conhecer o seu sucesso.

The Star 10:58 da tarde, agosto 07, 2008  

Mesmo afirmando que o Joker esteve imbatível (sim, eu julgo mesmo que ele é imbatível), não acho que tenho lançado as outras personagens para 2º plano. O papel do Aaron Eckhart teve, para mim, muito a par do Joker e até o Gary Oldman esteve muitíssimo bem. Claro que o que se destaca no meio de tudo é a interpretação do Heath, mas não vamos diminuir as restantes interpretações. ;)
Eu quero que se fiquem por aqui, e não pensem em produzir novo Batman. Espero que tenham fechado o ciclo com chave de ouro, no entanto com este hype todo, cheira-me que não se ficarão por aqui, espero que o Nolan seja sensato e saiba quando parar. O Joker é o Heath, e sem ele, nada feito.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP