quarta-feira, 26 de março de 2008

Movie@sofá 12

Título:There Will be Blood (em português, Haverá Sangue)
Ano: 2007
Realizador: Paul Thomas Anderson
Género: Crime / Drama
Elenco Principal: Daniel Day-Lewis, Paul Dano, Kevin J. O'Connor
Sinopse: Quando Daniel Plainview (Daniel Day-Lewis) recebe uma misteriosa dica de que numa pequena cidade do Oeste um oceano de petróleo está revelar-se à superfície, dirige-se até lá com o seu filho, H.W. (Dillon Freasier), para tentar a sua sorte na degradada Little Boston. Nesta miserável cidade onde a maior excitação se centra em torno dos fervorosos seguidores da igreja do carismático pregador Eli Sunday (Paulo Dano), Plainview e H.W. ganham a sorte grande. Com o decorrer do tempo e o aumento da fortuna, nada se mantém igual e à medida que os conflitos vão aumentando todos os valores humanos – amor, esperança, comunidade, fé, ambição e mesmo os laços que unem pais e filhos – são ameaçados pela corrupção, decepção e pelo fluxo do petróleo. (in Cinema PTGate)

Planview: So, ladies and gentlemen... if I say I'm an oil man you will agree.

Pontos Mary: 8.0 em 10.

Considerações gerais: sem dúvidas (e a prová-lo ganhou o Óscar de Melhor Actor), uma representação simplesmente brilhante do senhor Daniel. A meu ver, o filme peca um bocado pela longa duração, mas não deixa de ser bom: bons diálogos, boa fotografia e boas representações, num enredo sem grandes espectacularidades, mas, nem por isso, menos interessante.
Vejam o filme pelo senhor oil man (Daniel).
Palavra-chave: ganância!

4 Comentário(s):

Cristina 4:25 da tarde, março 27, 2008  

Parece ser muito fixe. Têm-me falado deste filme, mas ainda não aconteceu vê-lo. O Daniel é bastante elogiado pelo crítico de cinema da SIC (Mário Augusto). Estou curiosa.

Ângelo 11:18 da manhã, março 28, 2008  

o filme está realmente muito bom, ligeiramente longo, como foi mencionado, mas nada que não se aguente bem. Na minha opinião, esta bem melhor que o No Country for Old Men.
O oscar para melhor actor assenta que nem uma luva a daniel day-lewis.

Mary 11:16 da tarde, março 28, 2008  

Cristina, eu não gosto muito do Mário Augusto, mas neste caso em particular estou completamente de acordo com ele.

Ângelo, obrigada pela visita apesar de não saber quem és e o teu profile estar indisponível. Também gostei bastante do No Country for Old Man e acho que é complicado compará-los por serem muito diferentes.

The Star 12:23 da manhã, março 29, 2008  

Concordo com tudo o que disseste. Realmente o filme é um pouco longo demais, mas o que há a reter definitivamente, é a participação do Daniel. Ele é a alma do filme, que aliás vale por ele.
Sim, apesar de There Will Be Blood ser bastante diferente de No Country For Old Men, confesso que gostei muito mais do 2º, isto em termos de gosto pessoal, já que a essência é completamente diferente.
O Daniel é um excelente actor, sim, mas o Javier Bardem conseguiu intimidar-me com aquele olhar vidrado. São, sem dúvida alguma, 2 óscares bem entregues.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP