quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Segredos do Passado

Título original: A place to call home
Género: Romance
Autor: Deborah Smith
Ano: 1997

Sinopse: Filha de uma respeitada família de Dunderry, na Geórgia, Claire Maloney era uma menina caprichosa e mimada, mas isso não a impediu de travar amizade com Roan Sullivan, um rapaz feroz, órfão de mãe, que vivia numa caravana com o pai alcoólico. Nunca ninguém conseguiu compreender o laço que unia as duas crianças rebeldes.
Mas Roan e Claire pertenciam um ao outro até à violenta tarde em que o terror tomou conta das suas vidas e Roan desapareceu.

Durante vinte anos, Claire procurou o rosto do seu amor de infância por entre a multidão. Durante vinte anos, esperou ansiosamente uma carta e sobressaltou-se a cada toque do telefone. No entanto, quando Roan surge novamente na sua vida, a alegria de Claire não é completa, pois ao contrário do que se afirma o tempo não apaga todas as feridas.
Algumas permanecem ocultas, prestes a reabrir-se ao mais pequeno incidente. Que segredos do passado envenenam o presente e minam o futuro? (in Wook)

É quando ainda são crianças, embora de duas famílias completamente diferentes, que os destinos de Claire Maloney e Roan Sullivan cruzam-se. Habituado a ser rejeitado e maltratado pelos outros, muito por causa do comportamento violento do pai, Ron, que vive à margem de tudo e refugia-se na rebeldia, estranha o interesse e a preocupação da menina Claire e rejeita-a no primeiro contacto. Ela não desiste e defende o menino sempre que pode. À medida que os dois convivem, nasce entre eles uma grande amizade. No entanto, se a amizade com Claire trouxe à tona o melhor de Roan, é também por cauda dela que ele será obrigado a deixar Dunderry.
Vinte anos depois, Claire, que durante toda a sua vida procurou Roan em cada homem, vê o seu desejo concretizado, mas o Roan adulto aparenta ser uma pessoa completamente diferente do Roan menino. Poderá um amor de infância persistir ou o segredo que Ron carrega é pesado demais para perdoar, amar e estar presente na vida de Claire e da sua família?

A vida gira em grandes ciclos, demasiado grandes para nos darmos conta até nos levarem a uma pedra-de-toque qualquer, a casa, a memórias fracturadas de um refúgio que pensávamos não voltar a precisar.
O título em inglês A place to call home é a melhor definição desta história. Embora a existência de um segredo do passado tenha tido um papel determinante no percurso dos personagens principais desta história, é, no entanto, a necessidade de sentir que se pertence a um lugar ou medo de ser rejeitado pelas pessoas que pertencem ao lugar que levam Roan a viver anos de sofrimento e solidão.

Deborah conta, na perspectiva da Claire Maloney, a história de um amor que começa na inocência da infância e é retomado passado 20 anos, com Roan e Claire a tentarem curar as feridas do passado enquanto vivem o presente e tentam fazer planos para o futuro.

Um dos principais enfoques da obra é a família e os laços entre familiares, familiares esses que não têm de ser necessariamente os de sangue. Deborah serve-se da família numerosa da Claire e da família desestruturada do Roan, composta apenas pela figura do pai alcoólico, para mostrar como estas podem moldar personalidades, influenciar na tomada de decisões, amparar quedas ou cuidar das feridas, ou simplesmente estar presente quando mais se precisa.

Depois de ter lido A Doçura da Chuva, não há como não ficar um bocadinho desapontada com este livro. Sure, you can call it high expectations.
(3/5)

1 Comentário(s):

Patxi 10:54 da manhã, dezembro 02, 2011  

Gosto do título em Inglês.

Vou colocar na minha TBR mesmo que depois de "A Doçura da Chuva" esteja como tu, altas expectativas com a escritora.

Jinhos,
P.

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP