quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Um Dia

Género: Romance

Título original: One Day
Autor: David Nicholls
Ano: 2010

Sinopse: Podemos viver toda uma vida sem nos apercebermos de que aquilo que procuramos está mesmo à nossa frente.
15 de Julho de 1988. Emma e Dexter conhecem-se na noite em que acabam o curso. No dia seguinte, terão de seguir caminhos diferentes. Onde estarão daqui a um ano? E no ano depois desse? E em todos os anos que se seguirão? Vinte anos, duas pessoas, um DIA. (in Wook)

Emma. Dexter. 15 de Julho. 20 anos. Uma vida.
Durante a despedida de uma one night stand, Emma e Dexter não fazem planos, não incetam compromissos e deixam o próximo passo à mercê do destino. Apesar de nos anos seguintes terem seguido vidas completamente diferentes, nunca deixaram de ser amigos.
Duas vidas que o destino separou, mas que continuam em constantes encontros e desencontros.
- Dexter, eu amo-te tanto. Tanto, tanto, e provavelmente sempre hei-de amar. - Os lábios dela tocaram-lhe a face. - Só que já não gosto mais de ti. Lamento.

15 de Julho é o dia do ano em que o leitor fica a conhecer as novidades sobre a vida de Emma e Dexter.
Durante 20 anos, David Nicholls, qual carteiro, foi pontual e não falhou uma actualização sobre os últimos acontecimentos na vida dos dois amigos. Crescimento, relacionamentos, sofrimento, perdas, encontros e desencontros, paixões, traições, sonhos, frustrações, vícios, arrependimentos, romance, amor e amizade.

O enredo não é, à primeira vista, original, mas a forma como David Nicholls agarra nos dois amigos e transporta as suas vidas para o livro é de uma criatividade enorme. A leitura é deliciosa e muito, muito emocionante. Qualquer um de nós pode ser a Emma ou o Dexter de alguém.

Como escreveu a Patxocas na sua crítica ao livro, passei as últimas trinta páginas com lágrimas nos olhos.

(4/5)

P.S: o livro está a ser adaptado para cinema, com o mesmo nome, e Emma será interpretada pela talentosa Anne Hathaway.

2 Comentário(s):

patxocas 9:39 da tarde, novembro 25, 2010  

O livro é lindo, não é?
Adorei a ideia de mostrar o que acontecia naquele dia. :)

Além daquele final. Brutal.

Mary 11:45 da manhã, novembro 26, 2010  

Patxocas, mesmo muito lindo.
:-)

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP