quarta-feira, 23 de abril de 2008

A velhice

Uma pessoa apercebe-se que está a ficar velha quando vai a um concerto, durante a semana académica, e vê-se rodeada apenas por pitas e cachopos a fazerem figuras parvas.
Perguntam vocês: e tu nunca andaste a fazer estas mesmas figuras?
Respondo: andei, mas tenho a sensação que já foi há séculos ou, quiçá, noutra vida.
A idade não perdoa....

5 Comentário(s):

Canochinha 8:41 da tarde, abril 23, 2008  

É a evolução normal da vida... À medida que o tempo passa, vamos mudando e adaptamo-nos às novas circunstância da vida :)

The Star 10:04 da tarde, abril 23, 2008  

Puxa, hoje só ouço falar de idade e como a vida nos escapa.
Uma amiga hoje saiu-se com uma destas: "Comecei a pensar que já devo ter atingido metade da minha vida" (ela tem à roda de 35 anos). E fiquei :o a olhar para ela. Que raio de pensamento!!!
Vamos é viver, independente da idade que tenhamos, e há que fazer aquilo de nos dá na gana, mesmo que seja ridículo. Às vezes fugir ao normal sabe tão bem... :D

telma 11:17 da tarde, abril 24, 2008  

não fui a de leiria mas a de coimbra não falto ^^

LFS 10:57 da manhã, abril 25, 2008  

podes crer, fiquei a pensar o mesmo cada dia que lá ia...

Cristina 9:41 da manhã, abril 28, 2008  

Às vezes, olho para alguns adolescentes e penso o que é que eles terão na cabeça. Enfim, também eu já fui inconsciente e maluca. Acho, no entanto, que, à medida que as sociedades avançam, com a inconsciência dos adolescentes vem uma maior carga de irresponsabilidade que depois tem danos graves.

A adolescência é a melhor fase das nossas vidas... escola, poucas responsabilidades, borgas dia sim dia sim... ai, ai

  © Blogger template 'Morning Drink' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP